“Não há condições para aumentar a carga fiscal”

Ventura Garcês está confiante no cumprimento do Plano de Ajustamento Financeiro.

O secretário regional, Ventura Garcês, afirmou, há instantes, que não há condições para sobrecarregar ainda mais as famílias e as empresas madeirenses. Na intervenção, num debate requerido pelo CDS-PP, o governante apontou ainda que os deputados populares são co-responsáveis pelo aumento da carga fiscal na Madeira.

O governante sublinhou que o Centro Internacional de Negócios é parte da solução para os problemas da Madeira. E, por isso, a insistência do Governo Regional e o pronto envio da documentação solicitada pela Comissão Europeia. “Peço uma maior intervenção do Governo da República na defesa dos interesses da Madeira”.

Na ocasião, falou-se ainda dos incêndios de fustigaram vários concelhos da Região Autónoma da Madeira. Ventura Garcês pediu que o CDS-PP Madeira, nas áreas de intervenção junto do partido nacional, “faça pressão”, para conseguir assegurar os meios necessários para a recuperação.

O secretário regional explicou que o Governo Regional está a trabalhar para assegurar os pagamentos aos credores, sendo que o valor estabelecido continua a ser de 20 mil euros. Até porque injectar dinheiro na economia é essencial para as empresas e para a manutenção dos postos de trabalho.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest