Assembleia aprova Estatuto da Carreira Docente

PS queixou-se da “turbo discussão” e deu conta de “uma perseguição regulamentada” aos professores.

A proposta de Estatuto da Carreira Docente Regional, apresentada pelo Governo Regional, foi aprovada com votos a favor do PSD, abstenções de CDS e PAN e votos contra de PS, PTP, PCP, PND e MPT.

Carlos Pereira, deputado do PS, informou que vão pedir a ilegalidade da proposta, por entenderem que se trata de “uma perseguição regulamentada” aos professores e que esconde “muitos falhanços” do sistema educativo regional.

Na sua intervenção final, o secretário regional de Educação e Recursos Humanos, Jaime Freitas, reiterou que a proposta introduz várias melhorias à actividade dos docentes. “Este diploma traz tranquilidade para o futuro”.

As alterações apresentadas a esta proposta pelo CDS-PP e pelo PS e que visavam, no entender dos mesmos, a melhoria do sistema de ensino regional foram chumbadas pela maioria.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest