Preço da uva não compensa custos de produção

João Isidoro desafia o Governo Regional a aumentar o preço das uvas por quilo.

“Neste momento, e passados quase uma dezena de anos, o preço das uvas não aumentou por quilo. Porém, todos os custos de produção aumentaram”, apontou o dirigente do MPT, hoje em conferência de imprensa no Estreito de Câmara de Lobos.

Desta forma, João Isidoro apela que haja um compromisso entre o Governo Regional e as casas que recebem as uvas no sentido de haver um aumento por quilo, o qual venha ao encontro daquilo que têm sido os custos de produção.

O dirigente do MPT transmitiu, ainda, que os agricultores esperam que o Governo Regional cumpra a promessa de escoar as uvas. “Em alguns contactos que fizemos no norte da ilha temos ouvido algumas desconfianças e algumas preocupações de agricultores, os quais têm a sensação que o total escoamento das uvas não irá acontecer”, apontou.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest