Falta de diálogo entre a tutela e os médicos preocupa PS [VÍDEO]

Maximiano Martins diz que sem diálogo com os médicos o governo não pode ter bons recursos humanos no Serviço Regional de Saúde.

O grupo parlamentar do Partido Socialista esteve reunido hoje com o secretariado Regional do Sindicato Independente dos Médicos (SIM) no âmbito da auscultação aos parceiros sociais sobre o Orçamento da Região para 2013. No final do encontro o porta voz do grupo, Maximiano Martins, referiu que o partido está muito preocupado com o estado da saúde na Região e defendeu que o Governo Regional tem de definir qual é a linha que quer para o Sistema Regional de Saúde.

“O governo tem de estabelecer se quer uma saúde ao serviço da população, ao serviço dos doentes, em que não existam ruturas de stocks, em que os medicamentos estejam disponíveis e que as listas sejam diminutas, e que os doentes tenham os meios auxiliares de diagnóstico mais adequados, ou se quer um sistema em rutura, uma gestão do sistema de regional autoritária que não dialoga com médicos?, questionou o deputado socialista.

Maximiano Martins disse que a reunião serviu para confirmar os receios que o partido já tinha, nomeadamente, a rutura de medicamentos e  materiais de saúde. O socialista adiantou ainda que a gestão do SESARAM não dialoga com os médicos segundo informou o SIM. O parlamentar do PS considera quem sem diálogo com os médicos “não pode haver recursos humanos qualificados que deem o melhor aos doentes”.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”][fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest