Um pouco da história da Quinta Calaça

Maria Helena Ferraz Araújo abordou o tema “Quinta Calaça –Henry Veitch (1762-1857) e as suas propriedades na Ilha da Madeira”.

O Clube Naval do Funchal levou a efeito, no passado sábado, o último dos “Encontros no Naval”, iniciativa mensal que originou diversas palestras sobre temáticas relacionadas com o

mar. Neste derradeiro “Encontro” de celebração do 60.º aniversário do CNF, Maria Helena Ferraz Araújo abordou o tema “Quinta Calaça –Henry Veitch (1762-1857) e as suas propriedades na Ilha da Madeira”. A Diretora da Photographia – Museu “Vicentes” falou daquele cônsul britânico que desempenhou funções na ilha no século XIX, quando adquiriu diversas propriedades, entre as quais a Quinta Calaça, hoje sede social do Clube Naval do Funchal.

Soube-se, portanto, que o edifício da casa mãe da Quinta Calaça terá sido construído em 1838, seguindo um traço característico das casas habitadas por Henry Veitch que, tudo indica, teria formação em arquitetura. Fotos e documentos com dezenas de anos foram exibidos à plateia de cerca de 20 pessoas, mostrando a Quinta Calaça quase desde a sua génese até à atualidade.

Antes da conferência, inaugurou-se na supracitada Casa Mãe uma exposição alusiva às propriedades de Henry Veitch, que estará patente ao público até final deste mês.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest