PS solicita que CMF aplique “orçamento participativo”

Maximiano Martins desafia autarquia do Funchal a adotar o chamado “orçamento participativo” já em 2013.

O PS/Madeira sugere que a Câmara Municipal do Funchal adote o denominado “orçamento participativo”, no Orçamento de 2013, como várias autarquias no Continente já fazem. O deputado socialista na Assembleia Municipal do Funchal, Maximiano Martins, disse hoje, em conferência de imprensa, que os orçamentos participativos permitem que todos os munícipes participem com ideias e propostas.

Sobre o orçamento que a autarquia funchalense está a preparar para apresentar para o próximo ano, e que vai a discussão no final no final deste mês, Maximiano Martins, advertiu para que o executivo camarário diminua as taxas municipais para dar alguma folga orçamental às famílias.“Um bom orçamento pode ajudar a melhorar a vida dos funchalenses, enquanto um mau orçamento pode agravar a situação das famílias, das empresas e dos empregos na cidade”, frisou.

Maximiano Martins lembrou que as autarquias podem abdicar de parte dos 5% do IRS a que têm direito, fazendo assim com que os cidadãos paguem menos impostos.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest