CDS considera que a Madeira está em recessão

Lino Abreu refere que a Região entrou numa espiral recessiva nunca vista e é necessário inverter essa situação.

DynPicWaterMark_ImageViewer (1)O deputado do CDS/Madeira, Lino Abreu, chamou a atenção para a recessão em que a Madeira entrou no decorrer dos últimos 11 meses. Em conferência de imprensa o parlamentar centrista disse que “a Madeira entrou numa recessão nunca vista e que aquilo que é necessário fazer é inverter esta situação. A Madeira precisa de uma nova visão estratégica de forma a mudar esta conjuntura de vivemos”, considerou.

Lino Abreu explicou que a execução orçamental de Janeiro a Novembro de 2012 apresenta um défice de 127 milhões de euros.

“Continuamos a ter uma redução nas receitas correntes superior a 14% o que significa uma redução na ordem dos 119 milhões de euros. Na receita fiscal há também uma diminuição de 27 milhões de euros do IVA e do IRC. Esta redução do IVA demonstra uma perda da atividade económica no tecido regional”, esclareceu. O deputado centrista está preocupado com a descida nas transações comerciais porque a Madeira deixou de vender e isso significa que deixou de criar riqueza, deixou de contribuir para o PIB em cerca de 45 milhões de euros”.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”][fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest