Angélica Lopes Campeã Nacional

A judoca do Naval sagrou-se Campeã Nacional de Cadetes, na categoria de -57 kg.

angelica2A judoca do Naval Angélica Lopes foi a mais forte das 17 participantes naquela categoria de peso, vencendo todos os combates que realizou. Depois de ter ultrapassado a primeira eliminatória por “ippon” (vantagem máxima), Angélica sentiu alguma dificuldade na ronda seguinte, mas superiorizou-se à sua adversária de Portimão por “wazari”.

Chegada à meia-final, a navalista defrontou a surpresa do campeonato, Inês Fernandes (Judo Castelo Branco), que havia eliminado a campeã nacional de 2012. Precavida, a madeirense dominou todo o combate e venceu por “ippon”. A final, frente a Ana Neves (Algés e Dafundo), foi bastante disputada, com se adivinhava, tendo Angélica pontuado primeiro, mas consentiu o empate, até ganhar nova vantagem, com um “yuko”, que soube defender até ao apito final.

De entre o sexteto do Naval, realce também para Leonardo Azevedo, que conquistou a medalha de bronze, na categoria de -81 kg. Estreante entre os 20 concorrentes na sua categoria de peso, Leonardo foi derrotado logo no primeiro combate, durante o qual se notou o seu nervosismo. Repescado, voltou ao “tapete” muito mais à-vontade, tanto assim que venceu os dois combates seguintes por “ippon”. Chegado ao combate de disputa pelo 3.º lugar, o navalista pontuou primeiro, mas o adversário empatou, até a nova vantagem de Leonardo, que depois controlou até ao fim.

Neste Campeonato Nacional de Cadetes, disputado em Odivelas, os outros 4 judocas do Naval alcançaram classificações. João Neves atingiu o 5.º lugar, na categoria de -66 kg, enquanto Catarina Figueira (que participou na prova porque o Naval pagou a deslocação) e Francisco Reynold’s alcançaram o 7.º posto, nas categorias de -52 kg e -50 kg, respetivamente. Finalmente, Rodrigo Lopes terminou no 9.º lugar na categoria de -55 kg.

César Nicola fez um balanço muito positivo da participação navalista. «É sempre bom termos atletas medalhados, principalmente campeões nacionais, como foi o caso. Para além disso, a maioria destes judocas está no primeiro ano deste escalão, defrontaram judocas mais experientes, o que valoriza ainda mais estes resultados, até porque o João e Catarina, por exemplo, poderiam muito bem ter ido ao pódio também», frisou o treinador do Naval.

Acrescente-se que Flávio Pereira e Yanick d’Oliveira competiram no Torneio FPJ, disputado também em Odivelas, mas não conseguiram classificar-se. Pereira foi derrotado no único combate que realizou, ao passo que d’Oliveira venceu um dos 3 que disputou.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest