Cash a Lot vence 1.ª etapa da Regata RIM

A embarcação do Naval, com Francisco Nóbrega ao leme, cumpriu a distância entre Santa Cruz e o Porto Santo no tempo real de 5h59m39s.

Regata RIM cO Cash a Lot venceu a primeira etapa da Regata RIM, na classe SRI. A embarcação do Naval, com Francisco Nóbrega ao leme, cumpriu a distância entre Santa Cruz e o Porto Santo no tempo real de 5h59m39s, transformado em 6h11m20s em tempo compensado.

O KDF Sailing Team (ANM), do skipper Francisco Pontes, foi a terceira embarcação a chegar à Ilha Dourada, mas a segunda no tempo compensado, com 6h38m10s. No terceiro lugar desta etapa ficou outra embarcação do Naval, o Frederica Devónia, de Martim Cardoso, com 6h41m03s em tempo compensado.

Na classe Aberta houve um duelo muito interessante, do qual saiu vitorioso o Lazy M, outro participante que representa o Naval. A embarcação de Ernesto Silva completou a distância no tempo compensado de 6h37m27s, cerca de 2 minutos mais rápido do que o Bombay, de André Abreu, que “corre” pelo CTM.

Na largada, realizada na Ponta de Santa Catarina, os onze participantes nesta 6.ª prova do Campeonato da Madeira e 5.ª prova da Taça da Madeira de Cruzeiros, beneficiaram de um vento com intensidade entre os 15 e os 20 nós. Na famosa “Travessa”, apesar de não serem grandes, as vagas surgiam desencontradas, o que obrigou os skippers à concentração habitual exigida naquela zona. À chegada ao Porto Santo o vento baixou consideravelmente, ao ponto da frota ter estado parada durante algum tempo.

A segunda etapa da Regata RIM tem partida marcada para este domingo, às 10h30, entre a Ilha Dourada e o Caniçal, com a qual se completarão as cerca de 65 milhas náuticas de prova. A entrega de prémios está agendada para 29 de agosto, na Quinta Calaça.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest