Banco Alimentar apela à participação dos madeirenses [VÍDEO]

Cerca de 1.500 voluntários, espalhados por 32 superfícies comerciais, vão recolher as contribuições da população.

f.aveiroO Banco Alimentar da Madeira apresentou, esta manhã, mais uma campanha Saco, que vai decorrer ao longo do fim-de-semana (dias 31 de Maio e 1 de Junho) em 32 superfícies comerciais da Madeira, designadamente nas cadeias Pingo Doce, Continente, Sá e Super São Roque, com o apoio de cerca de 1.500 voluntários.

“Os madeirenses já conhecem a receita simples dos bancos alimentares, que consiste em angariar pequenas contribuições individuais para alcançar um todo significativo, que vai permitir minorar as dificuldades e as carências alimentares de famílias e concidadãos nossos que atravessam dificuldades”, explicou Fátima Aveiro.

O Banco Alimentar da Madeira tem toda a logística no terreno e, a exemplo de anos anteriores, espera que a participação da população supere as expetativas. Enlatados, óleo, azeite, arroz, esparguete são alguns dos produtos solicitados. “Há um leque variados de produtos, bastante acessíveis, que custam menos que um café (…)”, acrescentou a responsável, sublinhando que custa pouco ajudar.

Paralelamente a esta ação, está disponível, para todos os interessados em ajudar as famílias carenciadas, a campanha vale que se prolonga até 8 de Junho, apenas nos grupos Pingo Doce e Continente. “Há pessoas que não gostam de ir aos supermercados no fim-de-semana e esta campanha permite que durante a semana as pessoas possam fazer as contribuições para o banco alimentar de uma forma diferente”.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest