“Mesmo num clima económico melhor teríamos barreiras a ultrapassar” [VÍDEO]

O vice-presidente da UMa falou sobre a orgânica da instituição e a aposta na internacionalização.

almocoO vice-presidente da Universidade da Madeira, José Manuel Batista, foi o convidado do almoço-convívio organizado hoje pelo Rotary Clube do Funchal.

Além de abordar questões relacionadas com a orgânica da universidade ou com a internacionalização, a oportunidade serviu para captar apoios para as ações que realizam. “Obviamente numa associação deste cariz vir também falar sobre os nossos projetos de voluntariado, sobre as nossas ações de ajuda social, e porque não tentar que possamos ter colaborações futuras nesta área”.

A componente financeira também não foi esquecida nesta conversa sobre o Ensino Superior em Portugal, uma vez que a Universidade da Madeira, tal como outras instituições académicas, está confrontada com a escassez de verbas, que condiciona a forma como implementam as atividades e os projetos. “Toda a gente sabe que os tempos são difíceis, mas toda a gente sabe que temos que lutar contra as adversidades. Mesmo num clima económico melhor teríamos barreiras a ultrapassar”.

O orador mostrou-se igualmente preocupado com o facto de cerca de 50% dos jovens que saem do Secundário não continuarem com os estudos. Uma situação que merece atenção por parte do Governo. “É um problema identificado mas parece-me que seria importante arranjar formas de resolvê-lo”.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest