“Lutamos para que não nos roubem os direitos conquistados”

Para a próxima semana, dia 9 de abril, terá lugar uma nova reunião de conciliação, pelo que importa que funcionários e patronato cheguem a um acordo.

fotografiaO Sindicato dos Trabalhadores da Hotelaria e Similares da Madeira está a realizar, ao longo do dia de hoje, uma jornada de luta. Junto às instalações da secretaria regional da Cultura, Turismo e Transportes da Madeira, Adolfo Freitas disse que o sector do turismo merece outra atenção por parte das entidades competentes e deixou um pedido ao novo governante.

“Esperamos muito sinceramente que o futuro secretário ou secretária do turismo olhe para este setor com outra responsabilidade”, isto porque depois de “18 meses a negociar um contrato” ainda não temos nenhuma resolução.

O sindicalista deixou ainda acusações ao secretário regional dos Recursos Humanos que não se preocupou com os profissionais de hotelaria, que dão tudo para continuar a “promover a qualidade do destino Madeira”.

Para a próxima semana, dia 9 de abril, terá lugar uma nova reunião de conciliação, pelo que importa que funcionários e patronato cheguem a um acordo que vá ao encontro da “luta dos trabalhadores”. Não esquecer que a hotelaria atravessa um dos seus melhores momentos e isso também se deve refletir na qualidade de vida dos trabalhadores.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest