CNE “é uma peça de um sistema que está montado”

O presidente demissionário do Governo Regional voltou a insistir na necessidade de uma “revolução tranquila” em Portugal.

IMG_0110Alberto João Jardim comentou hoje, à margem de uma visita ao Hospital Dr. Nélio Mendonça, a decisão do Tribunal Constitucional (TC) que indeferiu todos os recursos relativos às eleições regionais na Madeira..

“Neste país toda a gente protesta, mas tudo isto é uma fantochada. A Comissão Nacional de Eleições (CNE) é uma peça de um sistema que está montado, esta de raiz estalinista da Constituição de 76, e o sistema é, apesar dos discursos diferentes dos partidos políticos, todos os partidos são partidos do sistema”.

O presidente demissionário do Governo Regional voltou a insistir, uma vez mais, na necessidade de uma revolução tranquila em Portugal. “Eu sempre fui o homem da revolução tranquila, eu não precisei de fazer nenhuma renovação, eu fiz uma revolução em vez de uma renovação e fiz uma revolução tranquila e vou continuar no caminho da revolução tranquila”.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest