Madeira: Variação do Índice de Preços no Consumidor foi negativa

A taxa de variação média dos últimos doze meses do Índice de Preços no Consumidor (IPC), na RAM, foi negativa, de -0,5%.

consumidorA Direção Regional de Estatística revela que, em março de 2015, a variação média registada pelo Índice de Preços no Consumidor (IPC) nos últimos doze meses foi de -0,5%, valor superior ao registado no mês anterior em 0,2 pontos percentuais (p.p.).

As maiores variações, negativas, ocorreram nas classes dos “Produtos alimentares e bebidas não alcoólicas” (-2,6%), “Saúde” e “Lazer, recreação e cultura”, ambas com -1,9%. Em sentido inverso, as classes, “Comunicações” (+1,5%) e “Transportes” (+1,4%) registaram as maiores variações positivas.

Já no que concerne ao País, segundo o Instituto Nacional de Estatística, a variação homóloga do IPC situou-se em 0,3%, taxa superior em 0,5 pontos percentuais (p.p.) à registada no mês anterior. O indicador de inflação subjacente, medido pelo índice total excluindo produtos alimentares não transformados e energéticos, registou uma taxa de variação homóloga de 0,6% (0,3% em fevereiro).

A variação mensal do IPC foi 1,9% (-0,1% em fevereiro e 1,4% em março de 2014). A variação média dos últimos doze meses manteve-se em -0,3%.

O Índice Harmonizado de Preços no Consumidor (IHPC) português registou uma variação homóloga de 0,4% (-0,1% no mês anterior), taxa superior em 0,5 p.p. à estimada pelo Eurostat para a área do Euro (diferença superior em 0,3 p.p. à observada em fevereiro).

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest