Nova tecnologia avalia “capacidade de leitura em voz alta das crianças”

Investigadores da Universidade de Coimbra (UC) criaram uma tecnologia inovadora para avaliar a capacidade de leitura de alunos do primeiro ciclo do ensino básico.

A nova tecnologia, denominada LetsRead (automatic assessment of reading ability of children), consegue “avaliar em tempo real a capacidade de leitura em voz alta das crianças” naquele nível de escolaridade.

Numa numa nota divulgada esta terça-feira pela UC, o coordenador do projeto, Fernando Perdigão, explica que esta tecnologia de aprendizagem assistida “deteta e quantifica o número de palavras corretas, erros de pronúncia, hesitações, velocidade de leitura e outros indicadores, calculando de forma automática um índice global de capacidade de leitura do aluno”.

Através de “um processo simples e rápido”, acedendo a uma página web criada para o efeito, “o professor obtém o desempenho da turma, permitindo-lhe gerir melhor a expectativa do ano escolar, identificar dificuldades e corrigir discrepâncias entre alunos”, sustenta Fernando Perdigão.

Para desenvolver a LetsRead, os investigadores recolheram gravações de leitura de cerca de 300 crianças em escolas primárias da região Centro do país. Numa segunda fase, as crianças foram avaliadas por mais de uma centena de professores do ensino básico em todo o país para validar o sistema.

A LetsRead está pronta para “ser implementada nas escolas do primeiro ciclo de ensino básico do país, assim o Ministério da Educação tenha essa vontade”, sublinham os investigadores envolvidos na criação da nova tecnologia.

O projeto, desenvolvido no âmbito da tese de doutoramento do investigador Jorge Proença, foi distinguido com o Prémio Camões 2016 para as Tecnologias da Língua Portuguesa.

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger