Embaixadas da Austrália e dos Estados Unidos em Díli alertam para a venda de peixe contaminado

As embaixadas da Austrália e dos Estados Unidos em Díli alertaram hoje os cidadãos dos seus países para a venda de peixe tóxico na cidade, contaminado com formaldeído, com relatos de mortes de animais que o consumiram.

Os responsáveis consulares das embaixadas explicam que o peixe está a ser vendido nas ruas da capital de Timor-Leste e que várias pessoas foram detidas pelo «contrabando de peixe para vender».

«O peixe é injetado com formaldeído, que é altamente tóxico e, em seguida embebido em sangue de porco para criar a aparência de peixe fresco. Há relatos de que vários animais morreram em poucos minutos depois de comer o peixe contaminado», refere o alerta da embaixada norte-americana.

Pin It on Pinterest