Russia vai pedir que rebeldes saiam com armas na mão

A Rússia deverá apoiar a proposta do enviado especial da ONU, Staffan de Mistura, para desbloquear a situação ao redor de Aleppo, na Síria. O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, vai apelar a Damasco para permitir que a Frente al-Nusra saia da cidade com as armas nas mãos em direção a Idlib, onde se baseiam suas forças principais, para salvar Aleppo.


“Ouvi a sua declaração [de Mistura] relacionada somente com a Frente al-Nusra. Se a al-Nusra sair com as armas nas mãos e for em direção a Idlib, para salvar Aleppo, estaremos prontos a apoiar tal atitude e a apelar ao governo sírio para concordar com isso”, disse Lavrov ao canal televisivo Pervy.
Mistura declarara que está disposto a acompanhar os militantes do grupo terrorista Frente al-Nusra se eles quiserem deixar Aleppo oriental e se dirigir para Idlib. São cerca de 900 militantes que estão nessa parte da cidade.


Se as acções da al-Nusra no sul de Aleppo continuarem com a mesma intensidade, informou Staffan de Mistura, esta parte da cidade será completamente destruída até o fim do ano.

 

O enviado especial da ONU perguntou a Moscovo e Damasco se “uma destruição da cidade valeria a eliminação de mil militantes”. E se ambos os países estão prontos para terminar os bombardeamentos no caso dos militantes da Frente al-Nusra depuserem as armas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger