Tromboembolismo Venoso (TEV) é a segunda causa de morte em doentes com cancro

1 em cada 5 doentes com cancro sofre um episódio de TEV no curso da sua doença. O Grupo de Estudos de Cancro e Trombose (GESCAT) sensibiliza a população, comunidade científica e autoridades políticas para a associação frequente entre cancro e trombose e apela à prevenção.

Considerado “um problema de saúde pública crescente” pela médica oncologista Ana Pais, presidente do GESCAT, o tromboembolismo venoso (TEV) é uma complicação grave e comum nos doentes com cancro, potencialmente fatal.

Neste sentido, o GESCAT lançou uma campanha, em curso desde o início do mês, reforçando a mensagem “Conhecer é a melhor maneira de prevenir” que reúne hoje o maior número de ações.

Serão distribuídos folhetos informativos sobre a relação entre o TEV e o cancro em vários Centros Comerciais do país (Alameda Shop & Spot, Almada Fórum, Armazéns do Chiado, Atrium Saldanha, Fórum Coimbra, Fórum Montijo e Spacio Shopping), “espaços públicos de grande afluência para divulgar a importância do TEV e assim alcançar o maior número de pessoas”, afirma a médica oncologista.

A par desta ação de rua, o dia de hoje será marcado pela campanha digital “Veste Vermelho Contra o TEV”. O GESCAT desafia todos os portugueses a partilharem uma fotografia com uma peça de roupa vermelha nas redes sociais usando as hashtags #VesteVermelhoContraTEV e #VVTEV.

No âmbito desta Campanha foi criada uma página de Facebook (https://www.facebook.com/TEV.) onde será lançado hoje um vídeo de sensibilização e de apelo à ação, esclarecendo esta relação tão frequente quanto desconhecida.

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger