Visitante quebra estátua de São Miguel Arcanjo do séc. XVIII

Um visitante derrubou e danificou, este domingo, uma escultura do século XVIII de São Miguel Arcanjo que está exposta no Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA).

“O acidente ocorreu quando o visitante, estando a fotografar uma outra obra, recuou sem olhar, não parou apesar dos alertas do vigilante, e foi contra a peça que se encontrava em cima de um plinto”, explica o Ministério da Cultura.

Uma fotografia do acidente está a circular na Internet, onde se pode ver a escultura de São Miguel derrubada no chão e partida.

“O pior dia para visitar o MNAA“, destacou no Facebook o visitante Nuno Miguel Rodrigues – que, mais tarde, retirou a fotografia desta rede social.

A situação já está a ser avaliada pelos técnicos de restauro e o diretor-adjunto do museu refere que foi “um acidente muito infeliz”.

A assessora do ministro da Cultura, Teresa Bizarro, adiantou que os danos provocados à estátua “são de fácil reparação”.

Teresa Bizarro assegurou ainda que este acidente “não tem nada a ver” com o alerta lançado, em setembro, pelo diretor do Museu Nacional de Arte Antiga, António Filipe Pimentel.

“São 64 pessoas para 82 salas abertas ao público. De certeza absoluta que um destes dias há uma calamidade no museu. Só pode, porque andamos a brincar ao património. Mas a esta altura todas as tutelas dispõem de toda a informação cabal do que vai acontecer, mas quando acontecer, abre os telejornais”, disse na altura António Filipe Pimentel, citado pela Lusa.

De acordo com o gabinete do Ministro da Cultura, após o derrube de estátua a disposição de peças no Museu de Arte Antiga vai ser reavaliada.

“Nos próximos dias, e após relatório da ocorrência, a Direção Geral do Património Cultural vai avaliar em detalhes os danos e a necessidade de alterar a musealização da exposição, que foi inaugurada este verão, por forma a prevenir acidentes”, destaca.

Pin It on Pinterest