Pegadas de «répteis voadores» encontradas na Lourinhã

Um dos maiores e mais raros trilhos do mundo de pterossauros (répteis voadores) foi descoberto numa das praias da Lourinhã. Os paleontólogos Simon Kongshøj Callesen e Octávio Mateus afirmaram hoje à agência Lusa que o trilho, com cerca de três centenas de pegadas, é “um dos maiores a nível mundial” e “o maior” em Portugal.

“Estas pegadas não eram conhecidas na Lourinhã e existiam apenas duas no concelho de Sesimbra”, acrescentaram os investigadores sobre a descoberta com 152 milhões de anos, datada do período do Jurássico Superior.

Os paleontólogos desconheciam até agora se os pterossauros se movimentavam com duas ou quatro patas, pelo que a descoberta vem acrescentar novos dados à ciência. Os investigadores da Universidade do Sul da Dinamarca e da Universidade Nova de Lisboa concluíram que estas pegadas “mostram claramente um movimento quadrúpede”.

Pin It on Pinterest