Polícia Judiciária faz detenções por “homejacking”

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte, identificou e deteve dois homens fortemente indiciados pela prática de crimes de roubo com sequestro, ocorridos em Vila Nova de Famalicão.

Ao início da tarde do dia 10 de março, na localidade de Brufe, V.N.Famalicão, um grupo de três homens abordou a vítima no exterior da sua habitação e forçou-a a dirigir-se para o seu interior, tendo-a manietado de pés e mãos com fita adesiva e apropriando-se de um montante em numerário de aproximadamente mil euros e vários objetos em ouro.

De acordo com os elementos apurados na investigação, um dos autores, em momento anterior aos factos, aproximou-se da vítima,uma professora a passar por problemas graves de saúde, ficando a conhecer a sua situação pessoal e patrimonial.

Sabendo das suas fragilidades emocionais, conseguiu convencê-la a emprestar-lhe várias dezenas de milhar de euros para alegados negócios que nunca pagou, vindo posteriormente, em conluio com os outros dois suspeitos, a levar a cabo o roubo e sequestro daquela.

Um dos suspeitos encontra-se já em prisão preventiva pela presumível autoria de burla milionária a empresária, recentemente divulgada por esta Polícia, situação em que também se verificou um envolvimento afetivo que condicionou o comportamento da vítima.

Os detidos, com 42 e 51 anos, um empresário e um comerciante, residentes no grande Porto, com antecedentes criminais por crimes contra o património, vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Pin It on Pinterest