PAN Madeira contra a «Matança do Porco»

O PAN Madeira (Pessoas-Animais-Natureza) emitiu um comunicado sobre a matança do porco onde mostra estar contra essa medida.

Segundo o comunicado: «A violência, seja sobre quem for, sobre que espécie de ser for, envenena e envilece uma sociedade.

As consequências de um «culto» do embrutecimento e da violência sobre os animais e sobre a natureza na própria cultura e psicologia humanas não são, na maior parte das vezes, sequer equacionadas. E deviam ser, porque os actos de violência que vitimam outros seres vivos da natureza, vitimam, primeiro que tudo, a própria humanidade dos que os praticam.

Assim na aproximação da grande Festa Madeirense, o PAN Madeira vem a público afirmar que a “tradicional” matança do porco deve ser denunciada e ultrapassada, não só porque corporiza o sofrimento e morte, com imensa dor, de um ser vivo em público, mas também porque corporiza um acto de «celebração» da dor, da violência e da morte numa cultura humana assim ludicamente anestesiada para o Sofrimento, quer dos nossos parentes biológicos animais, quer dos próprios seres humanos.

O PAN Madeira sugere que se valorizem as muitas tradições madeirenses pacíficas nesta altura do ano, como a feitura de brinquedos tradicionais, de doçaria, danças e cantos, para que a Festa seja celebrada em torno dos valores da paz, da harmonia e da fraternidade.»

Pin It on Pinterest