Bancos vão pagar adicional ao IMI

Os imóveis detidos pelos bancos e que passaram para a sua posse na sequência de processos de incumprimento de crédito vão pagar o adicional ao IMI quando se destinem a habitação. A salvo do novo imposto ficam, no entanto, todos os que estão licenciados para comércio, serviços, indústria ou turismo.

O sector financeiro tinha manifestado preocupação com o impacto do novo imposto, quando foi conhecida a sua versão inicial – com a apresentação da proposta do Orçamento do Estado para 2017 – porque arriscavam ser dos maiores pagadores do AIMI. As alterações entretanto apresentadas pelos partidos, durante a discussão na especialidade do OE, reduzem o impacto do imposto sobre o sector financeiro mas não o eliminam.

Os bancos têm milhares de imóveis que lhes foram entregues por dações em pagamento e execuções de hipotecas. Têm também participações em fundos de investimento e os prédios que detêm para o desenvolvimento da sua actividade.

Pin It on Pinterest