Museu Henrique e Francisco Franco acolhe exposição promovida pela APEL

O Museu Henrique e Francisco Franco vai acolher, a partir do dia 13 de janeiro, a exposição ‘Déjà-vu 1’, uma iniciativa tripartida da Associação dos Antigos Alunos da Escola da APEL (AAAEA), da Escola da APEL e da Câmara Municipal do Funchal. A exposição enquadra-se na ‘Semana da Arte’, um evento organizado pelos antigos alunos da APEL, que vai incluir exposições, espetáculos e conferências em vários espaços museológicos da cidade do Funchal, ao longo de seis meses.

A exposição ‘Déjà-vu 1’ será a primeira das atividades previstas, apresentando, no Museu Henrique e Francisco Franco, trabalhos dos artistas plásticos Luís Paixão e Diogo Goes, assim como de Ângela Caires, Gabriela Sousa e Pedro António Almada, atuais alunos da Escola da APEL, e estabelecendo um diálogo com as obras de Henrique Franco, patentes no acervo daquele Museu. A exposição ficará patente ao público até ao dia 5 de maio.

A escolha do tema ‘Déjà-Vu’ para as exposições integradas neste ciclo teve por base o facto das obras escolhidas para as diferentes mostras constituírem uma forma de registo da memória e de representações da realidade, que convidam o espetador a descobrir um outro imaginário, além daquele interpretado e experienciado pelos autores.

A partir do mote de ‘descoberta’, a ‘Semana da Arte da AAAEA’, também visa assinalar o 600º aniversário da Descoberta das ilhas da Madeira e do Porto Santo, celebrando a evolução cultural da Região e convidando à expressão de novos comportamentos culturais nascidos da especificidade do lugar insular.

Pin It on Pinterest