Tráfego aéreo de passageiros continua a crescer

O tráfego aéreo de passageiros continuou a aumentar em 2016, embora a um ritmo mais lento, devido ao dinamismo das companhias de baixo custo, segundo dados recentemente divulgados pela Organização de Aviação Civil Internacional (OACI/ICAO).

Em todo o ano de 2016, foram transportados por companhias aéreas 3,7 mil milhões de passageiros, um aumento de seis por cento em relação ao ano anterior, que tinha registado uma subida de sete por cento, de acordo com a agência das Nações Unidas especializada em transporte aéreo.

O crescimento foi mais acentuado na Ásia (8%), no Oriente Médio (11,2%), na América Latina (6,5%) e em África  (5,7%) e mais lento na Europa (4,3%) e na América do Norte (3,5%).

No relatório da OACI pode ler-se que mais de metade dos turistas que fazem viagens internacionais em todo o mundo são transportados por via aérea.

As companhias de baixo custo asseguraram 28% do tráfego aéreo de passageiros, ultrapassando pela primeira vez a barreira de 1 bilhão de pessoas transportadas.

Ainda segundo aquela organização, o aumento da presença de companhias de baixo custo, nomeadamente nas economias emergentes, contribuiu para a progressão do tráfego de passageiros a nível mundial.

Nas deslocações internas, os Estados Unidos representam 43% do total de passageiros transportados, com uma subida de 4,3% no período de um ano. Na Ásia, o movimento interno de passageiros aumentou 10% com o impacto do crescimento na Índia e na China.

No plano financeiro, o aumento do tráfego e um custo do combustível mais baixo (devido à descida do preço do petróleo) devem permitir às companhias alcançar lucros operacionais de 60 mil milhões de dólares, cerca de 2 mil milhões acima do registado em 2015.

Pin It on Pinterest