Governo intervém em 50 km de caminhos florestais

A Secretaria Regional do Ambiente e Recursos Naturais encontra-se, através do Instituto de Florestas e Conservação da Natureza (IFCN), a proceder à limpeza e beneficiação da rede viária florestal nos concelhos do Funchal, Ponta do Sol, Calheta e Santana, num investimento de 23 mil euros.

Desta forma, será um total de 50km de caminhos florestais que receberão trabalhos de regularização do piso, limpeza de bermas, de matos e de plantas invasoras e ainda intervenções nos sistemas de drenagem. Neste momento, o IFCN iniciou os trabalhos para beneficiar cerca de 40 km de caminhos distribuídos pelos concelhos da Calheta e da Ponta do Sol.

30 km destes caminhos servem áreas afetadas pelos incêndios de agosto de 2016 e os outros 10 km de rede viária encontram-se em zonas que não foram afetadas pelos fogos, mas que são locais estratégicos para um eventual combate a incêndios, nomeadamente nas freguesias da Fajã da Ovelha e da Ponta do Pargo.

A secretária regional do Ambiente, Susana Prado, acompanhou o decorrer de alguns dos trabalhos no concelho da Calheta, juntamente com o vereador Nuno Maciel, onde recordou a importância destas ações. “Os caminhos florestais são essenciais para uma correta gestão e utilização das áreas florestais, bem como para a prevenção, vigilância e combate a incêndios florestais”, apontou.

“A limpeza dos caminhos maximiza e otimiza as operações de cariz silvícola, tais como as plantações, limpezas de matos ou rega de plantas jovens”, acrescentou Susana Prada.

Estas ações de limpeza realizam-se preferencialmente no período do outono, inverno e início da primavera para que na época estival estes acessos se encontrem operacionais para a vigilância e, eventualmente, combate a incêndios florestais. A realização destes trabalhos está a ser feita com recurso a meios mecânicos pesados, ou seja, tratores de rastos e retroescavadoras com pesos de operação de cerca de 14 toneladas.

Pin It on Pinterest