Alan Juppé garante que não será candidato

O antigo primeiro-ministro de França, Alain Juppé, confirmou em conferência de imprensa, hoje, em Bordéus, que não será o candidato da direita à Presidência da República.

“Confirmo de uma vez por todas que não vou concorrer”, disse o actual presidente da câmara de Bordéus.

Ao longo dos últimos dias, recorde-se, muitas vozes na direita pediam que Juppé avançasse para desafiar Fillon, candidato da direita que enfrenta um escândalo político.

Um estudo de opinião, realizado a semana passada pelo instituto Odoxa para a France 2, concluiu que o ex-primeiro-ministro reuniria 26,5% das intenções de voto na primeira volta das eleições, mais que Emmanuel Macron 825%) e Marine Le Pen (24%).

“Os franceses querem uma renovação que eu não posso encarnar. Para mim é tarde demais, mas nunca é tarde para a França. O país atravessa uma crise de confiança, mas tem capacidade para dar a volta”, disse Juppé, no seu discurso, explicando que não se sente em condições de encabeçar um projecto unificador. “Nunca durante a quinta República, uma eleição foi realizada em condições tão confusas.”

Pin It on Pinterest