Portal Consigo com 34 novas medidas para a Segurança Social

A Secretária de Estado da Segurança Social, Cláudia Joaquim, apresentou a nova estratégia do Governo para a modernização da Segurança Social, na qual se inclui o Portal Consigo, com 43 medidas, das quais nove já foram implementadas e as restantes 34 serão postas em prática até ao final de 2018.

A apresentação foi feita em Oeiras, na data em que se assinala o Dia Nacional da Segurança Social. Antes, o Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José António Vieira da Silva, tinha inaugurado o Centro de Controlo de Operações do Instituto de Informática.

«O que eu gostaria é que estivessem já todas as medidas concretizadas», afirmou o Ministro, acrescentando que seria desejável «que fosse já mais simples para os cidadãos e para as empresas relacionarem-se com a Segurança Social».

José António Vieira da Silva referiu ainda que o Portal Consigo traduz ainda um exercício de transparência por parte do Governo.

A Secretária de Estado afirmou que «os objetivos destas medidas são a simplificação e desmaterialização dos processos, tornando-os mais simples e ágeis, para que os cidadãos e as empresas consigam aceder à Segurança Social de uma forma mais rápida».

Cláudia Joaquim destacou ainda a importância de «reduzir os custos de contexto para as empresas, reforçar a eficiência dos serviços, a relação dos cidadãos e com as empresas e – com tudo isto – controlar melhor a despesa pública».

Até ao final de 2017, o Governo quer permitir a gestão online dos agregados familiares (para a atribuição do abono de família, por exemplo), bem como o pedido e consulta online da prestação social ou familiar.

A apresentar até ao final do segundo e do terceiro trimestre de 2018 estão o novo portal da Segurança Social e a definição da senha de acesso à Segurança Social Direta na hora (que atualmente é enviada para casa), respetivamente. A simplificação do pedido e da consulta das prestações familiares estão previstos até ao final de 2018.

Pin It on Pinterest