InnoWave continua a apostar na internacionalização

A InnoWave continua a apostar forte nos mercados internacionais e vai abrir, em Maio, um escritório de representação nos EUA e Holanda. Depois de Lisboa, Bruxelas e Londres, a InnoWave chega aos EUA e Holanda e promete continuar o sonho de criar uma multinacional tecnológica com sede em Portugal.

Em declarações ao programa «Os Dias do Futuro», da RTP e Antena 1, Tiago Gonçalves, CEO e um dos sócios fundadores da InnoWave, desvenda o sonho por trás da fundação da empresa: «No início de 2008, supostamente na pior altura possível, fomos atrás do nosso sonho que era criar uma empresa multinacional, mas a partir de Portugal».

Enfatizando a qualidade da mão-de-obra nacional, Tiago Gonçalves alerta que o que falta é «melhor gestão nas empresas, principalmente nas de base tecnológica, que são muito sofisticadas».

Além disso, para o CEO, «Portugal é um mercado excelente, porque é pequeno, é bom para inovar e é uma grande oportunidade para quem exporta». No entanto, segundo o responsável, as empresas de TI sabem que «para serem relevantes, tem de o ser lá fora, ter uma base em Portugal mas destacar-se no estrangeiro».

Esse é, na verdade, o mote da InnoWave, «fazer inovação a partir de Portugal, nomeadamente serviços, produtos e soluções inovadoras», explica Tiago Gonçalves. «Gostamos de trabalhar com os departamentos de inovação das empresas e com empresas inovadoras e esse é o nosso grande critério», avança.

«Tipicamente, ganhamos mais de 50% do negócio a que concorremos porque normalmente não temos concorrência», desvenda. O segredo está em construir as oportunidades de negócio com o departamento de inovação, desenvolvendo posteriormente a solução. «Muitas vezes, quando o cliente esta à espera de um powerpoint, nós aparecemos com a solução a funcionar e isso é um dos nossos grandes fatores de diferenciação», revela Tiago Gonçalves.

Pin It on Pinterest