Salva a Terra é um Eco Festival 100% “Pro-Bono”

O Salva a Terra, organizado pela Quercus – núcleo de Castelo Branco, pela união de freguesias de Monfortinho e Salvaterra do Extremo e pelo Município de Idanha-a-Nova, é um festival bienal que vai na 4ª edição e acontecerá de 22 a 25 de Junho 2017, em Salvaterra do Extremo, aldeia do concelho de Idanha-a-Nova dentro do Parque Natural do Tejo Internacional.

O festival é composto por inúmeras atividades: concertos, workshops, percursos interpretativos, observação de vida selvagem, conferências, cinema documental e animação diversa.

O Salva a Terra é um Eco Festival 100% “Pro-Bono”, no qual toda a organização, artistas, formadores, guias e restante equipa trabalham de forma voluntária em prol da preservação de algo que é de todos nós: a biodiversidade. A edição de 2013 do Salva a Terra, ganhou o prémio de festival mais sustentável no Portugal Festival Awards, um prémio que reconhece o nosso esforço e que nos motiva a tentar ir mais longe nas próximas edições. São cerca de 150 artistas em 4 dias que abraçam esta causa. Para além dos concertos nos 4 palcos, haverá teatro e animação de rua. Vamos contar com uma intervenção do artista plástico, Bordalo II, perto do Palco Pôr-do-sol e uma exposição da Plasticus Maritimus.

“Queremos que este festival seja um encontro de troca e sensibilização, no que diz respeito à conservação da Natureza e que a sua construção e implantação siga as melhores práticas ambientais. Apostamos na sensibilização através da componente de cariz pedagógico presente nas atividades desenvolvidas”

As receitas obtidas revertem efetivamente a 100% para o CERAS, fazendo do Eco Festival Salva a Terra o seu principal mecenas. Com a edição de 2015 conseguimos angariar fundos para recuperar 400 animais.

Pin It on Pinterest