Açores apresentam modelo de gestão da administração pública regional em Lisboa

O Diretor Regional de Organização e Administração Pública afirmou, em Lisboa, que tem sido um “grande objetivo” da Vice-Presidência do Governo dos Açores a implementação da avaliação dos serviços, a gestão centralizada dos recursos humanos e a organização dos serviços, através da “criação de centrais de serviços partilhados”.

Victor Santos, que falava no âmbito da Innovative Conference 2017, promovida pelo Instituto Português de Business Process Management, salientou o sucesso do novo modelo de gestão da administração pública regional, no âmbito da gestão dos recursos humanos e numa perspetiva integrada visando o futuro dos Açores.

Na sua intervenção, destacou a criação dos quadros únicos de pessoal por ilha, considerando a realidade arquipelágica da administração regional autónoma, o que permite alocar os recursos humanos de acordo com as necessidades dos serviços, e também a criação da BEPA – Bolsa de Emprego Público dos Açores, como ferramenta única para a gestão centralizada dos recursos humanos.

Nesse sentido, considerou que, por um lado, permite e facilita o acesso dos serviços e dos cidadãos e, por outro, implica diretamente a redução dos custos relacionados com a publicitação de ofertas de emprego.

Victor Santos referiu-se ainda à centralização da informação dos recursos humanos da administração pública regional, nomeadamente através da aplicação informática SIGRHARA, que tem permitido fundamentar a decisão política com base em estudos de diagnóstico e prognóstico, gestão dos quadros regionais de ilha e processamento dos vencimentos dos recursos humanos da administração regional.

“Os projetos em execução são um bom exemplo da aplicação dos critérios de qualidade nos serviços públicos, mas existirão sempre mais necessidades e horizontes para continuar a incentivar e a dinamizar processos de qualidade nos serviços da administração pública regional autónoma com uma perspetiva de certificação e reconhecimento”, afirmou.


PUB