A floresta em destaque no segundo Atelier de Inovação do Crédito Agrícola

O Crédito Agrícola e a INOVISA levam à Mealhada, no âmbito do “Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola”, o segundo de quatro Ateliers de Inovação. Dedicado à floresta, o atelier decorre no próximo dia 27 de Junho, no Grande Hotel do Luso.

Com o objectivo de premiar projetos de inovação promovidos por mais do que uma entidade, a 4.ª edição do “Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola” inclui a categoria “Inovação em Colaboração”.

A participação nesta categoria, dedicada a projetos de inovação, requer a participação dos seus promotores nos Ateliers de Inovação. Estes consistem em workshops gratuitos para apoiar projectos de inovação em fileiras estratégicas nacionais – cereais, floresta, hortofruticultura e produção animal – a colocar no mercado produtos e serviços de sucesso cobrindo temáticas como: performance de equipa, proposta de valor, comunicação e disseminação. Em cada atelier serão eleitos três projectos que ficarão automaticamente a concurso, cujo prémio é de 5000 euros, por projecto vencedor.

Com a categoria “Inovação em Colaboração”, o “Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola” pretende apoiar projectos de inovação (a iniciar, em curso ou terminados) promovidos por mais do que uma entidade. São exemplos de projetos com enquadramento nesta categoria projetos de Cooperação para a Inovação (PRODER), futuros Grupos Operacionais (PDR2020), projetos I&DT Aplicada (QREN) e outros projectos não necessariamente co-financiados. O próximo atelier terá lugar a 13 de Julho, em Salvaterra de Magos, será dedicado à fileira dos cereais. Por fim, e com data e local a definir, teremos o atelier de produção animal.

Além da categoria “Inovação em Colaboração”, existem mais quatro categorias: Cereais, Floresta, Hortofruticultura, Produção Animal.

Será ainda atribuído um prémio de reconhecimento especial a uma entidade (empresário individual, Sociedade, Associação, Fundação, Organização não-governamental, Entidade do Sistema Científico e Tecnológico Nacional, organismo da Administração pública) ou ao projecto submetido por Associado(s) do Crédito Agrícola que se destaque dos demais. A análise dos projectos terá como base três critérios: grau de inovação, potencial de mercado e a sustentabilidade.

Os vencedores de cada categoria e o reconhecimento especial receberão cinco mil euros. As candidaturas ao “Prémio Empreendedorismo e Inovação” terminam a 24 de Julho.

Pin It on Pinterest