Jaime Freitas promete contenção na despesa

O futuro secretário regional da Educação e Recursos Humanos Jaime Freitas promete contenção na despesa das secretarias que irá tutelar.

O novo secretário regional da Educação e Recursos Humanos, Jaime Freitas, afirmou, esta tarde, ao CidadeNet que as suas prioridades nas pastas que irá assumir na próxima semana, Educação e Recursos Humanos, serão a estabilidade das mesmas, a contenção e rigor da despesa pública. Apesar dos tempos não serem muito favoráveis, o futuro secretário da Educação compromete-se a tudo fazer para manter a estabilidade nos serviços que são proporcionados à população escolar e não escolar.

Jaime Freitas disse estar consciente dos esforços que terá de fazer porque o período é de contenção e vai exigir rigor e alguns sacrifícios. “Tenho um enorme desafio pela frente porque o país e a Região enfrentam momentos económico financeiros difíceis, mas acredito que com o esforço e a colaboração de todos será possível dar à volta ao problema”, declarou, acrescentando que será necessário a participação e ajuda de pais, professores, directores de escolas, conselhos executivos, encarregado de educação e alunos.

Ainda na área da Educação o futuro secretário referiu que irá desenvolver políticas que mantenham e reforcem a autoridade do instituição escola e dos docentes que nela trabalham.

“É fundamental a introdução de medidas que mantenham a centralidade da escola. Teremos um caminho com algumas adversidades que serão superadas com o esforço de todos, escolas, pais, encarregados de educação e alunos. Os pais serão um elemento fundamental no desenvolvimento das nossas políticas e conto com todos para fazer um bom trabalho”, frisou, sublinhando que o diálogo será uma constante no desenvolvimento das políticas das secretarias que vai tutelar.

Sobre os Recursos Humanos não quis fazer grandes comentários frisando apenas que trabalhará também para a manutenção e estabilidade desta secretaria utilizando os recursos disponiveis.

Jaime Freitas saí do SDPM sem substituto

Questionado sobre o facto de já ter pensado em alguém para o substituir na presidência do Sindicato Democrático de Professores da Madeira (SDPM) Jaime Freitas foi parco nas palavras dizendo apenas que a partir de segunda-feira deixa de ser o presidente do SDPM. “Vou apresentar a minha demissão e a partir de segunda deixarei de ser o presidente do sindicato. Depois caberá ao sindicato e aos seus órgãos definir a sua orientação futura”, declarou.

[twitter style=”vertical” float=”left”]

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

 

Pin It on Pinterest