Observatório de Mobilidade em 2012

A Câmara Municipal do Funchal vai criar um Observatório de Mobilidade no início do próximo ano.

O presidente da Câmara Municipal do Funchal, Miguel Albuquerque, anunciou ontem que o Funchal vai criar, em breve, um Observatório de Mobilidade que irá permitir à autarquia ter informações detalhadas que depois serão estudadas e trabalhadas para adaptação de novas soluções de mobilidade na cidade. O edil falava na cerimónia de abertura do “Fórum Civitas Mimosa”, que decorre até amanhã, no hotel CS Madeira, e conta com a participação de vários especialistas estrangeiros em mobilidade sustentada.

Miguel Albuquerque referiu que conta ter o Observatório de Mobilidade a funcionar no próximo ano, pois a autarquia precisa de ter informações detalhadas pata poder avançar mais nesta área.

O observatório visa a monitorização de todas as circunstâncias de mobilidade na cidade e isso obriga a participação e à comunicação de esforços de todas a entidades ligadas à mobilidade, aos transportes e à energia”, salientou, acrescentando que na área da mobilidade e dos transportes não se pode trabalhar de improviso, “é fundamental ter dados concretos”.

O autarca alertou ainda para a necessidade de trabalhar a mudança de mentalidades e comportamentos, “ as pessoas têm de perder determinados hábitos, nomeadamente a utilização do automóvel dentro da cidade”.

Já, a secretária regional do Turismo e Transporte, Conceição Estudante, afirmou que é preciso racionalizar a utilização dos transportes públicos.

Nós enfrentamos duas situações paralelas uma está relacionada com a crise do euro e as dificuldades do Estado e a outra está ligada à evolução que vai acontecer no sector dos combustíveis. É previsível que, a curto prazo, todo o sector dos transportes tenha de ser reanalisado face ao aumento de custos que este sector vai ter de enfrentar num futuro imediato”, advertiu.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest