Madeirenses solidários com campanha da APD

No âmbito da iniciativa “Dê uma Tampa à Indiferença” foram hoje entregues dez cadeiras de rodas.

Decorreu esta tarde, no Centro Comercial Dolce Vita, a cerimónia de entrega de dez cadeiras de rodas a instituições de solidariedade da região. Tratou-se de um evento inserido na iniciativa intitulada “Dê uma Tampa à Indiferença” promovida pela Associação Portuguesa de Deficientes – Madeira (APD-M).

Na ocasião, Filipe Rebelo destacou que a referida entrega “só foi possível graças ao espírito de solidariedade dos madeirenses”, tendo sido recolhidas dez toneladas de tampas de plástico. “A solidariedade dos madeirenses permitiu a aquisição de material ortopédico que foi entregue a utentes do Centro de Dia de Santa Cecília, do Serviço Local do Centro de Segurança Social em Gaula, da Casa de Saúde São João de Deus, do Hospital dos Marmeleiros e do Centro de Saúde do Bom Jesus, bem como a pessoas a título individual”, apontou.

O presidente da APD avançou, ainda, que a associação tem em marcha um novo projecto. “Vamos começar a especificar.  Ou seja, já temos cinco pedidos específicos para uma mão biónica, duas cadeiras de liga leve e uma cadeira adaptada que custa quatro mil euros”, explicou, acrescentando que dentro em breve vão ser entregues duas cadeiras de liga leve no Porto Santo.

Filipe Rebelo conta, por isso, com a solidariedade das pessoas, referindo que o novo projecto envolve uma meta de 50 toneladas de tampas de plástico, frisando que já existem dez toneladas prontas a embarcar para o continente português.

O responsável pela APD apontou, ainda, para a necessidade de haver um banco de ajudas técnicas a nível regional. “Estive reunido na passada semana com a Associação Nacional de Recicladores. A ideia é termos em conjunto uma reunião com os CTT para que essa campanha seja abrangida a nível de Portugal Continental e, assim,  haja mais ajudas técnicas,  nomeadamente: camas ortopédicas e próteses, entre outros equipamentos”, frisou.

Por sua vez, o secretário regional da Educação e Cultura, Francisco Fernandes, enalteceu a iniciativa da APD, referindo que o projecto “junta uma preocupação ambiental (reciclagem) à vertente de solidariedade”, algo que necessitamos cada vez mais de incutir na sociedade.

Registe-se que a campanha “Dê uma Tampa à Indiferença” prossegue, sendo possível continuar a depositar tampas de plástico no ponto oficial de recolha localizado no piso 0 do Dolce Vita Funchal. O valor obtido com a reciclagem das tampas vai tornar possível à APD continuar a distribuir cadeiras de rodas e material ortopédico junto daqueles que mais necessitam.

O Dolce Vita Funchal é o único local público de recolha de tampas de plástico para a APD, complementando as entregas feitas na sede da Associação.

Desde que se iniciou a campanha “Dê uma Tampa à Indiferença”, a APD já recebeu cerca de 16 toneladas de tampas de plástico, que permitiram a entrega de 16 cadeiras de rodas. Através desta campanha solidária, a APD pretende continuar a responder aos pedidos que recebe de diversas entidades públicas e instituições de solidariedade que apoiam pessoas com mobilidade reduzida.

[kaltura-widget uiconfid=”6173151″ entryid=”1_dcpht1n0″ width=”400″ height=”255″ addpermission=”” editpermission=”” /]

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

[twitter style=”vertical” float=”left”]

 

Pin It on Pinterest