Bairro de São Gonçalo com mais qualidade

Apesar das restrições financeiras, a 2ª fase da reabilitação do Bairro de São Gonçalo não está comprometida. (video)

Decorreu ao início desta tarde, na IHM – Investimentos Habitacionais da Madeira, a cerimónia de entrega de chaves de 37 novas habitações integradas na 1ª fase da reabilitação do Bairro de São Gonçalo, na freguesia do mesmo nome, recentemente inauguradas.
As referidas habitações são disponibilizadas exclusivamente aos inquilinos do Bairro de São Gonçalo, que foram realojados temporariamente noutros locais do concelho do Funchal  durante o período de duração de obras.
Esta intervenção do Governo Regional, desenvolvida em parceria entre a IHM, EPERAM e o Instituto de Habitação e Reabilitação Urbana, “concretiza uma aspiração antiga” dos moradores daquele bairro, “proporcionando uma significativa melhoria da qualidade de vida” dos residentes do bairro, que data dos anos 40, quer ao nível de habitações, quer em relação aos espaços comuns e à imagem geral das edificações.
Apesar das restrições financeiras, o ainda presidente da IHM garantiu que a segunda fase do projecto de reabilitação vai avançar.
“Já lançamos o concurso para as especialidades. A empresa adjudicatória está neste momento a trabalhar. Estes projectos de especialidade serão entregues até ao final do corrente mês de Novembro e em Dezembro estaremos prontos para lançar o concurso para a empreitada”, apontou Paulo Atouguia, acrescentando que a obra deve ser iniciada no primeiro trimestre de 2012
Porém, “temos que assegurar, por um lado, o financiamento nacional, e, por outro lado, o que virá aí em termos de disponibilidade orcamental da Região (…). A obra em si não está comprometida, mas sim o prazo de início e de conclusão da mesma”, complementou o responsável pela IHM.
Por sua vez, o secretário regional dos Assuntos Sociais frisou que a entrega das chaves de 37 novas habitações aos moradores do Bairro de São Gonçalo é muito importante, pois irá dar-lhes uma maior qualidade de vida.
“As famílias estavam a viver em situação de habitação degradada ou não existente. A partir de hoje, com a chave na mão, eles poderão ficar bem alojados em edifícios construídos com qualidade”, salientou Francisco Jardim Ramos.

[kaltura-widget uiconfid=”6173151″ entryid=”1_5hm6bdqo” width=”400″ height=”255″ addpermission=”” editpermission=”” /]

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

[twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest