Vandalismo ‘ameaça’ bairros sociais

Os atos de vandalismo têm sido recorrentes numa série de prédios de habitação social.

A denúncia foi feita hoje pelo presidente da Investimentos Habitacionais da Madeira (IHM), à margem da cerimónia de entrega de chaves de 37 novas habitações integradas na 1ª fase da reabilitação do Bairro de São Gonçalo.

Durante a reabilitação do referido bairro alguns “vândalos” procederam ao furto de fios de cobre das tubagens de gás. “Neste momento, estamos a proceder à reparação. Muitas das famílias que receberam a chave hoje já têm a ligação da água e da luz feita e do gás pedida”, frisou Paulo Atouguia.

Aquele responsável reiterou que a questão das tubagens de gás será rapidamente ultrapassada. “Porém, provavelmente, vamos ter que reforçar, em termos de projeto, a segurança do empreendimento, ou seja, em termos de acessibilidades se calhar vamos ter que fechar dois acessos com portões, tornando-os apenas acessíveis aos residentes”, transmitiu.

Todavia, os casos de vandalismo não se ficam por aqui. “Estou a me lembrar, por exemplo, de um prédio na Varzem, junto ao Bairro da Nazaré, em que em virtude de se tentar furtar fios de duas bombas de água do edifício houve uma inundação que danificou gravemente dois elevadores, colocando em causa a segurança das pessoas”, concluiu Paulo Atouguia.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

[twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest