APD quer recolher 60 toneladas de tampas

Associação Portuguesa de Deficientes quer recolher 60 toneladas de tampas.

Na véspera do Dia da Pessoa Com Deficiência, que se assinala amanhã, 3 de Dezembro, a Delegação Regional da Ordem dos Farmacêuticos, a Associação Portuguesa Deficientes e o Centro  Farmacêutico da Madeira (CFM) assinaram, um protocolo para a recolha de tampas de plástico. O objectivo da campanha é ajudar a associação e os seus associados a angariar material, nomeadamente cadeiras de rodas. De acordo com Gonçalo Sousa, do CFM, a campanha arranca amanhã tem a duração de um ano e tem como objectivo a recolha de tampas nas 60 farmácias da Madeira.
“As tampas visam angariar meios para o apoio às pessoas deficientes é uma campanha em que apelamos a participação de toda a população e juntamos as farmácias porque achamos que as farmácias são um dos meios que puderão ajudar e facilitar a recolha”, advertiu Gonçalo Sousa.
Na ocasião, Filipe Rebolo, presidente da associação lançou um desafio aos madeirenses recolher 60 toneladas de tampas.
“Já iniciamos este projecto há dois anos e já apoiamos 30 famílias. Somos 60 farmácias porque não recolher 60 toneladas de tampas para atingirmos a 60 famílias que têm necessidades especiais”, apelou, acrescentando que espera daqui a um ano estejam todos juntos para fazer a entrega do material e quem sabe renovar o protocolo.
Filipe Rebolo lembrou que as pessoas podem levar para a farmácia todo o tipo de tampas de plástico, como tampas de amaciador, detergente, pasta de dentes, água, iogurtes, café, tudo o que sejam tampas de plástico.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

[twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest