CDU contra encerramento de urgências

Comunistas contestam fecho noturno do serviço de urgências na vila do Porto Moniz.

A CDU/Madeira esteve hoje na vila do Porto Moniz, onde criticou a opção do Governo Regional de encerrar as urgências dos centros de saúde de Santana, Porto Moniz e Ribeira Brava.

De acordo com Ricardo Lume, dirigente comunista o executivo de Alberto João Jardim tinha outras áreas onde podia cortar nas despesas sem ser a saúde, que é fundamental para a população.

“As pessoas não são meras estatísticas e o governo podia cortar noutras áreas que não a saúde”, defendeu, receando, que aconteça na Madeira “como sucedeu em Portugal Continental, que esta medida anteceda o encerramento definitivo destes centros de saúde”.

Os comunistas apelaram a população para não se resignar e “não ficar de braços cruzados perante o encerramento que querem impor”.

Ricardo Lume disse que a população está revoltada, adiantando que amanhã a Comissão de Utentes do Serviço Regional de Saúde vai entregar no Parlamento Regional um abaixo-assinado da população do Porto Moniz que contesta o encerramento noturno do serviço de urgências naquela vila nortenha.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest