MPT considera que plano de ajustamento é “mau”

Plano de ajustamento financeiro agrava “brutalmente os impostos” na Região.

A comissão executiva do Movimento Partido da Terra (MPT) esteve reunida esta manhã e contou com a presença do presidente e vice-presidente da comissão política nacional, John Rosas Bake e António Arruda. No final do encontro, John Rosas afirmou que o plano de ajustamento financeiro para a Madeira é mau porque “agrava brutalmente os impostos”.

O presidente da comissão política nacional do MPT chamou a atenção para o facto do aumento do IVA e dos Combustíveis, a partir de um de Abril, vai fazer com que “toda a gente pague os bens essenciais mais caros”.

John Rosas referiu ainda que tem dúvidas que o plano de ajustamento da Madeira seja cumprido. Já, João Isidoro, líder regional do MPT considera que o programa de ajustamento financeiro “vai ser muito violento para as famílias madeirenses”. O dirigente regional do Partido da Terra criticou o governo central, frisando que este teve uma “falta de sensibilidade pela autonomia e pela vida dos madeirenses”.

 [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest