Povo deve ‘questionar’ responsáveis pela austeridade

João Isidoro apela aos madeirenses para questionarem o PSD e o CDS sobre as medidas de austeridade.

O MPT considera que todos os madeirenses já conhecem as medidas de austeridade contidas no Orçamento do Estado para 2012 e no Plano de Resgate Financeiro “assinado pelo Governo Regional do PSD e imposto pelo Governo da República do PSD e do CDS”.

Hoje em conferência de imprensa, João Isidoro recordou, ainda, que todos os partidos da oposição, as associações sindicais e outras instituições já denunciaram os “efeitos negativos” das referidas medidas, onde se incluem, por exemplo:, o encerramento dos serviços de urgências de alguns centros de saúde, o fecho de alguns tribunais, o aumento das tarifas dos transportes, o despedimento de enfermeiros e o aumento dos preços dos artigos de primeira necessidade.

Desta forma, o líder do MPT apela à população que questione os “verdadeiros responsáveis” por esta situação. “Os verdadeiros responsáveis são, em primeiro lugar, o PSD Madeira, porque sempre governou com maioria absoluta e levou a Região a um estado de falência. Em segundo lugar, são o PSD e o CDS, que coligados na República impuseram um plano de resgate financeiro que aumenta ainda mais os sacrifícios às famílias e às pequenas e médias empresas da Madeira”, frisou.

João Isidoro entende, também, que os madeirenses devem questionar o PSD e o CDS em lugar pr. “As questões devem ser levantadas nos adros das igrejas. Ou seja nos mesmos locais em que os líderes daqueles dois partidos explicam estas ‘lindas’ medidas de austeridade”, concluiu.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

[twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest