“Preservação do folclore é essencial para o turismo”

A secretária da Cultura, Turismo e Transporte considera que a preservação e manutenção do folclore são fundamentais para o turismo.

Na tomada de posse dos órgãos sociais da Associação de Folclore e Etnografia da Região Autónoma da Madeira (AFRAM), que se realizou ao fim da tarde, na sede da associação, a governante enalteceu o trabalho desenvolvido pela AFRAM, nos últimos seis anos, e afirmou que o “folclore e a sua manutenção e preservação são essenciais para o turismo”. E deixou um desafio, para que todos os grupos colaborem com a associação a aproveitem as sinergias que a AFRAM potencia.

Por seu turno, o presidente empossado, António Correia do Vale assegurou que a associação vai continuar a fomentar a qualidade do folclore regional e defender o património cultural, nomeadamente a recolha, preservação dos usos, costumes etnofolclóricos da Madeira. Para além deste trabalho a direção presidida por António Vale pretende editar, no próximo triénio 2012/2015 o segundo caderno de folclore sobre o traje da Madeira e outros sobre as danças. Outras das metas traçadas no plano da associação durante este mandato é o melhorar, ainda mais, o contacto e aproximação com os associados e com a comunidade emigrante através das novas tecnologias facebook e site.

António Vale quer ainda acompanhar os grupos folclóricos na integração no Programa Digital de Registo Etnográfico da RAM, uma base de dados informática, que está disponível para os grupos folclóricos e pode ser disponibilizada às entidades com interesses nesta área. “Esta base de dados serve para registar todas as recolhas que já foram, ou eventualmente sejam realizadas com linguagem defendida por investigadores e etnólogos”, esclareceu. A aposta na formação e na investigação é para continuar assegurou António do Vale.

 [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest