Merkel ‘produziu declarações ignorantes’

A Quinta Vigia já reagiu às declarações da chanceler alemã Angela Merkel relativas à Madeira.

“A chefe do governo alemão, Angela Merkel, produziu declarações ignorantes sobre a Madeira, mas que explicam as opções erradas da atual situação económica europeia bem como a gritante insensibilidade social que se vive na Europa”, pode ler-se num comunicado assinado por Alberto João Jardim.

No entender do presidente do Governo Regional, Angela Merkel desconhece a realidade da situação da Madeira há 30 anos atrás. “A Chanceler não só desconhece o que de desumano antes era o arquipélago da Madeira, como revela a ilusão de tornar competitivo um mercado de apenas duzentas e oitenta mil pessoas ferido pela insularidade, sem infra-estruturas adequadas, através de mão-de-obra barata, com micro empresas, e ao qual é negado o poder legislativo bastante para assumir livremente as suas opções”.

“São declarações de um ultraliberalismo que o Governo Regional da Madeira não aceita nem prosseguirá e que adensam o mistério do porquê da prioridade do combate à Madeira por pessoas com certas opções conhecidas”, termina o comunicado publicado no sítio do Governo Regional.

Recorde-se que ontem, a chanceler alemã descreveu a Madeira como um mau exemplo da aplicação dos fundos estruturais europeus, onde as verbas apenas “serviram para construir túneis e autoestradas, mas não para aumentar a competitividade”.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

[twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest