Força Aérea testa sinal do radar no Areeiro

Técnico da Força Aérea está a avaliar a fiabilidade do sinal do Radar no Areeiro.

O radar de defesa aérea, instalado no Pico do Areeiro, ainda não tem a fiabilidade necessária para garantir a sua operacionalidade.

“Temos de passar o sinal daqui para o Monsanto, para Lisboa, e é aí que está o problema. A fiabilidade neste momento ainda não é a fiabilidade necessária”, disse o Tenente-General Victor Morato.

Nas declarações, durante uma visita ao Aérodromo de Manobra nº 3, na ilha do Porto Santo, o responsável acrescentou, no entanto, que um técnico do Exército está, neste momento, a avaliar o equipamento.

Mas não há uma data concreta para a entrada em funcionamento, disse, adiantando que este radar na Madeira termina a cobertura em Portugal. “Juntamente com Portugal Continental fecha a porta de entrada para o Mediterrâneo, temos visibilidade para tudo aquilo que entrar no Mediterrâneo”.

O Tenente-General observou ainda que a construção de um radar no arquipélago dos Açores, um equipamento de grande importância para todo o país, está dependente dos fundos financeiros e da vontade do poder político, porque “projeto já temos”.

[twitter style=”vertical” float=”left”] [fbshare type=”button”] [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

Pin It on Pinterest