Carnaval madeirense ‘tem alma’

João Carlos Abreu foi hoje à Escola Secundária Gonçalves Zarco falar sobre o “Carnaval na Madeira”.

O antigo secretário regional de Turismo e Cultura foi um dos grandes dinamizadores do Carnaval na Região, ao trazer  para a rua as trupes.

“Acho que era um espetáculo muito bonito para estar dentro dos hotéis e tínhamos que trazê-lo para a rua”, apontou João Carlos Abreu.

Porém, aquele responsável confessa que “custou” a dar este grande passo. “Na altura, havia uma mentalidade muito fechada. Fui muito criticado com cartas anónimas dizendo que eu era um louco que queria esbanjar o dinheiro”, afirmou.

Contudo, o ex-secretário diz que não se arrepende de ter dado o referido passo. “Estou muito feliz, sobretudo porque chego a esta idade (76 anos) e vejo que o Carnaval continua. Isto quer dizer que há uma alma, porque na Madeira os projetos geralmente paravam e este, felizmente, não parou”, salientou.

João Carlos Abreu considera, ainda, que o novo trajeto dos desfiles de Carnaval (Praça da Autonomia/Porto do Funchal) é uma mais-valia.

“É um trajecto muito interessante e vai ser menos cansativo. O novo trajeto vai dar a possibilidade também de se ir pensando como é que se pode arranjar mais bancadas para pôr no percurso, de forma a que o público possa, mais comodamente, ver o Carnaval”, concluiu João Carlos Abreu.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

[twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest