Polícia Florestal é fundamental na defesa do património (VÍDEO)

Dia do Corpo da Polícia Florestal foi assinalado hoje no Parque Florestal do Chão dos Louros.

A Região Autónoma da Madeira conta atualmente com 81 polícias florestais. Hoje, no Parque Florestal do Chão dos Louros, decorreu uma cerimónia comemorativa do Dia do Corpo da Polícia Florestal. O presidente do Governo Regional, o secretário regional do Ambiente e dos Recursos Naturais e outras entidades públicas marcaram presença.

A Polícia Florestal é “o espelho do rigor, da disciplina, da determinação e, sobretudo, do espírito de boa vontade para com as populações”, disse o líder regional, acrescentando que o trabalho destes profissionais nem sempre é fácil, seja pelas condições atmosféricas, seja pela defesa da lei democrática perante pessoas que desrespeitam a sociedade.

Nesta fase de transição, em que também a Madeira se vê confrontada com dificuldades sociais e económicas, cabe também aos polícias florestais assegurar o património regional.

“Numa circunstância destas é fundamental cada região preservar o seu património. Hoje, como nunca, o património readquire um valor muito superior, (…) principalmente numa região como a Madeira, em que uma das nossas poucas riquezas é o turismo, o ambiente e a paisagem”.

Aproveitando a cerimónia, que incluiu ainda a atribuição de medalhas e louvores, bem como o reconhecimento dos serviços prestados à Região, Alberto João Jardim deixou um alerta à população. “Vamos ter de voltar ao poder democrático da classe média sobre esta tentativa do capital selvagem e do capital especulador”.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest