Receitas do CINM permitiriam não aumentar impostos

Garcês garante que se o PS se tivesse portado bem nas negociações do CINM não seria necessário aumentar impostos. O secretário regional das Finanças,  Ventura Gârces,  já começou a responder aos deputados e optou por responder por bancada parlamentar. Dirigindo-se ao Partido Socialista Garcês culpou os PS pelo bloqueio e retrocesso das negociações do Centro Internacional de Negócios da Madeira (CINM) e garantiu que se o Partido Socialista não “tivesse colocado os documentos do CINM na gaveta” a Madeira não estava na situação de aflição que se encontra actualmente.

“Se as negociações entre a Madeira e a União Europeia sobre o CINM tivessem sido resolvidas a tempo o governo não teria de recorrer ao aumento de impstos porque as receitas provenientes do CINM davam perfeitamente para cobrir a carga fiscal”, assegurou o governante que foi aplaudido por toda a bancada social-democrata.

Pin It on Pinterest