Vendas de produtos hortícolas online

A Secretaria Regional do Ambiente e dos Recursos Naturais está a preparar um projeto que visa generalizar as vendas de produtos hortícolas online.

“No fundo é uma plataforma em que os agricultores se inscrevem e dizem, dia a dia, o que é que têm disponível para venda, dando acesso a compradores potenciais”, explicou Manuel António Correia.

O secretário regional do Ambiente e dos Recursos Naturais referiu que a ‘ferramenta’ vem “estreitar a relação entre a produção e o comércio, diminuindo ao mesmo tempo os intermediários”.

Manuel António Correia realçou, ainda, que o projeto vai permitir que os “produtores vendam a um melhor preço e os compradores comprem a um melhor preço também”, acrescentando que a “ferramenta online” permitirá um melhor escoamento dos produtos hortícolas.

O secretário regional falava esta manhã no decorrer de uma visita a uma exploração de flores exóticas no Jardim do Mar, concelho da Calheta. Na ocasião, o empresário agrícola Miguel Teixeira avançou que brevemente vão ser introduzidas novas espécies de plantas “que são muito apetecíveis” no mercado europeu.

O produtor apontou, ainda, que até 2016 pretende atingir uma produção de cerca de 15 mil plantas e um volume de vendas superior a 300 mil euros.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest