Dados do Observatório de Empregabilidade conhecidos ainda em 2012

O reitor da Universidade da Madeira espera que os Dados do Observatório de Empregabilidade sejam publicados ainda este ano.

O Observatório do Emprego e Formação Profissional da Universidade da Madeira (OE UMa) promove até ao dia 18 de Maio, no Campus da Penteada, o Fórum da Empregabilidade 2012. Esta manhã, na sala do Senado da UMa, na sessão de abertura oficial do Fórum da Empregabilidade 2012, o reitor da Universidade da Madeira, Castanheira da Costa, salientou a importância desta estrutura da universidade considerando que esta é fundamental para “o desenvolvimento da instituição, na qual, nos fomos um pouco percursores, em relação a maioria das universidades”.

“Eu espero que a UMa seja capaz através do seu Observatório de Emprego de publicar ainda durante este ano civil os dados sobre a empregabilidade dos seus estudantes, se o conseguirmos fazer somos a segunda universidade do país a conseguir fazê-lo a Universidade do Minho fê-lo recentemente” explicou o reitor.

Castanheira da Costa frisou ainda que para medir a qualidade de uma instituição o melhor indicador é a empregabilidade.

“Esta questão é particularmente importante para as instituições porque para além de todos os critérios, de todas as medidas e de todos os indicadores que possam inventar para medir a qualidade de uma instituição, penso que a empregabilidade dos seus estudantes ainda é dos mais fiéis. E necessariamente as universidades tem de saber o que é que acontece aos seus estudantes”, advertiu.

O reitor da UMa salientou que o Observatório de Emprego é tão importante que foi fundamental que este fosse constituído por pessoas exteriores à UMa.

“Este observatório é tão importante que não podia ser, maioritariamente, constituído por elementos da universidade para que os seus dados fossem credíveis, e para que as recomendações fossem eficazes era absolutamente crucial que este observatório tivesse mais gente de fora da instituição do que de dentro. Provavelmente somos a única universidade que o faz e isto é um sinal de abertura”, vincou.

A finalizar Castanheira da Costa fez questão de salientar que as recomendações do Observatório de Empregabilidade da UMa serão “seguidas muito a sério para que a situação melhore, para que os estudantes tenham melhores possibilidades de emprego e também para que os empregadores se sintam mais confiantes em dar uma oportunidade aos jovens”, conclui.

Ainda no âmbito do Fórum da Empregabilidade 2012 irão realizar-se esta tarde pelas 15h00 e pelas 16h00 sessões formativas, nomeadamente sobre a elaboração de um curriculum Vitae e sobre a importância do auto-diagnostico pessoal para a construção da carreira profissional.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest