Noé Rodrigues defende regulamentação

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas reivindicou, esta sexta-feira, a manutenção de “uma regulamentação do mercado do leite e dos laticínios em toda a União Europeia”.

Uma posição que Noé Rodrigues referiu tem sido afirmada em todas as oportunidades e perante todas as autoridades nacionais e comunitárias, “pugnando pela preservação do nosso setor leiteiro que é essencial à nossa economia, à nossa coesão social e à continuidade do desenvolvimento sustentado dos Açores”.

Noé Rodrigues, que representou o Presidente do Governo, na cerimónia de inauguração do XI Concurso Micaelense da Raça Holstein Frísia, sublinhou que “sem prescindir da necessidade de regulamentação do setor, devemos continuar o magnífico processo que encetamos, de reestruturação e de modernização da nossa agricultura, contando com o capital de conhecimento e de saber que ganhamos com o percurso feito, que foi vencendo sucessivas contrariedades, vencendo desafios e que nos foi afastando, espero que definitivamente, do abandono a que nos quiseram votar no passado”.

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas explicou que neste momento desenvolvem-se trabalhos para um novo Quadro Comunitário de Apoio (QCA), trabalhos em que participa o Governo dos Açores, envolvendo os agricultores pelas suas organizações, com o objetivo único de alcançar um bom envelope financeiro para a agricultura açoriana e um bom programa para a sua execução.

Atualmente, os Açores são a região do país que melhor executa e que melhor aproveita os fundos comunitários destinados ao seu desenvolvimento, revelando a capacidade que tem havido para negociá-los e a adequabilidade que se tem dado à sua execução, “só possível com a proximidade cúmplice dos agricultores e das suas organizações”.

O XI Concurso Micaelense da Raça Holstein Frísia é promovido anualmente pela Associação Agrícola de S. Miguel (AASM) e decorre ao longo deste fim de semana em Santana, na freguesia de Rabo de Peixe.

Jorge Rita, presidente da AASM, destacou a importância do setor na sociedade açoriana, defendendo que este é um setor com grande pujança e no qual há que continuar a apostar e a investir.

[twitter style=”vertical” float=”left”] [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

Pin It on Pinterest